Câmara participa da inauguração do angiógrafo e novo tomógrafo do hospital de Sapucaia.

              Na manhã da última quarta-feira, 19 de abril, foi inaugurado o novo equipamento de angiógrafo do hospital, um importante instrumento para o diagnóstico de Acidente Vascular Cerebral (AVC). O hospital Getúlio Vargas será o único hospital da região 100% SUS a oferecer o serviço aos usuários. Além do angiógrafo, um novo tomógrafo, mais moderno, preciso e com menor dose de irradiação, também foi inaugurado nesta manhã. A Câmara dos Vereadores esteve representada pelo Presidente Nelson Brambila, mais os Vereadores Caco, Gervásio Santana, Cleber Alemão, Adão do Calçado, Raquel do Posto, Ventania  e Maninho. Estavam presentes o Prefeito Dr. Luis Rogério Link, o Diretor-Geral Juarez Verba. Também participaram da solenidade a titular da 1ª Coordenadoria Regional de Saúde do Estado Maria Luiza Suarez, no ato representando o Secretário Estadual da Saúde João Gabbardo dos Reis; o Deputado Estadual, Juvir Costella; o ex-prefeito de Sapucaia do Sul, Vilmar Ballim; o Secretário Municipal da saúde, Neio Lúcio Pereira, além de  Secretários Municipais, e Diretores da Fundação Hospitalar Getúlio Vargas.

        Para o Diretor-Geral da Fundação Hospitalar Getúlio Vargas, Juarez Wolf Verba, falou sobre os benefícios dos equipamentos para a população.  “Este é um momento importante para o Hospital e para a comunidade de Sapucaia do Sul, pois estamos inaugurando dois equipamentos modernos, que agregam agilidade e qualidade aos serviços prestados aos usuários, e que reforçam a condição de referência regional do Hospital Getúlio Vargas. Nosso Município de Sapucaia do Sul é referência no tratamento e diagnóstico do AVC para os municípios de Taquara, Esteio, Parobé, e por conta disso recebe recursos do Governo Federal.  Com o Angiógrafo, o Município passará a fazer parte de um estudo do Ministério da Saúde sobre o uso de novas tecnologias no tratamento do AVC”.

         EQUIPAMENTOS: O angiógrafo é um aparelho de raio x que permite a obtenção de imagens do sistema vascular. Através do angiógrafo, por exemplo, o médico pode confirmar suspeitas de lesões ou aneurismas em veias e artérias, elaborando um diagnóstico preciso. O equipamento foi adquirido por meio de um convênio com o Ministério da Saúde, e teve um investimento superior a R$ 1,5 milhão.

         Já o tomógrafo teve investimento de R$1 milhão, e foi adquirido com recursos próprios. O equipamento permite maior agilidade e precisão das imagens, sobretudo em relação às pequenas alterações em tecidos musculares, ossos, órgãos e demais estruturas corporais. O novo tomógrafo tem 16 canais, com menor dose de irradiação, melhoria de imagem e mais conforto para os usuários. O antigo tomógrafo do hospital tem apenas dois canais.

Segundo o Presidente Nelson Brambila, a Câmara de Vereadores se orgulha da importância desses Aparelhos novos, pois  já destinou valores economizados que não foram gastos em viagens, diárias e Congressos para Aquisição de Equipamentos à Fundação Hospital Getúlio Vargas.

< Voltar           Imprimir